Veja quais redes sociais ainda fazem frente ao Facebook mundo afora

Seja por costumes locais ou imposição do governo, populações inteiras ainda preferem sites locais em vez da maior rede social do mundo

O Facebook é a rede social mais popular do mundo etc etc etc. Isso você já está cansado de saber. Mas há países em que o Facebook ainda não decolou – ou, se decolou, ainda não tanto quanto seus concorrentes locais. O blogueiro e analista de mídias sócias italiano Vincenzo Cosenza publicou um estudo  em que faz uma geral de como as redes sociais estão espalhadas pelo mundo em termos de popularidade.

Se a pesquisa fosse feita até junho de 2011, o Brasil estaria na relação abaixo – com o bom e velho Orkut, é claro.

Confira a lista desses quatro países e redes sociais que ainda resistem e tente responder a pergunta: até quando?

VK

Você achou que conheceria “a maior rede social da Europa”, não? Mas saiba que em sua home é assim que a VKse auto intitula. Com mais de 100 milhões de usuários, essa multidão de internautas se deve, basicamente, à Rússia, país em que o Facebook cativou apenas 7,5 milhões de pessoas. A estética é bem parecida com a rede do Zuckerberg (tudo em branco ou azul-Facebook) e você pode optar por fazer o login pelo…Facebook. Sua popularidade costuma ser justificada pela integração com outras formas de entretenimento online: dá pra compartilhar arquivos BitTorrent , dá pra assistir filmes do mundo com legenda e dublagem em russo.

Cloob

Lançado no mesmo ano que o Facebook (2004) o Cloob tem um nome bem americano, mas é do Irã. O visual é meio infantil e seu público é de 2 milhões de pessoas – 7 vezes menor que o Facebook. Por que raios ele está nessa lista então? Porque oficialmente o Facebook tem zero usuários no país. Logo, usar o Cloob é a única forma (ou pelo menos a mais fácil) de interagir com os amigos virtualmente sem ter que driblar os filtros do Irã, que jáameaçou até sair da internet. O detalhe curioso fica por conta do game Diving Monkey, que usa o “Devil Monkey” do desenho Família da Pesada como personagem.

QZone

QZone é a rede social mais utilizada na China, então dá pra esperar números chineses: gigantescos. Só lá, são mais de 600 milhões de pessoas conectadas a esse site. Apesar de ser proibido no país, o Facebook garante se equiparar com QZone em quantidade de usuários locais. Outras estatísticas dizem que a rede chinesa é seis vezes mais popular. Muitos dos serviços disponíveis são pagos – a versão mobile é um exemplo. Especialistas consideram os usuários da rede como os mais ativos do mundo (em números de postagem de fotos e vídeo, atualização de status, frequência de conversas no chat).

Odnoklassniki

Nem tente ler em voz alta o nome dessa. Direto da Moldávia, a Odnoklassniki tem praticamente o dobro de usuários do Facebook no país: são 500.000 contra 296.000. Ao redor do mundo, a Odnoklassniki ostenta a improvável marca de 150 milhões de usuários. O foco do site é achar gente que estudou com você (Odnoklassniki quer disser colegas de classe, em russo), fato que cria uma separação interessante: enquanto crianças e jovens, que têm familiaridade com a internet e com a língua inglesa, já estão mais ligados no Facebook , idosos e camponeses ainda só querem saber do site moldavo. A apreciação do conteúdo é mais precisa que a do Facebook: ao ver as fotos de seus amigos, em vez de apenas curtir ou compartilhar, você pode dar notas de 1 a 5.

Via Daily Dot

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s