Por que você não vai ficar rico da noite para o dia na internet

Tenho visto no último ano uma fórmula mágica tomar força pela internet. Ela promete que em poucos e milagrosos passos dentro do marketing digital você passará, rapidamente, de R$0,0 a milhões de faturamento com sua loja virtual.

Abrir uma loja virtual pode até ser simples, com um pouquinho de dedicação você fará isso sozinho (não quer dizer que ficará bom), mas isso também é diferente de abrir um negócio virtual.

Assim como em qualquer outro tipo de negócio, é necessário muito planejamento prévio e conhecimento do seu mercado de atuação. E ter em mente que lidar com esse negócio na prática, diariamente, também não é nada fácil. Sobretudo no ambiente digital, onde as transformações são contínuas e seus concorrentes estão, literalmente, nos 4 cantos do mundo. É um andar na corda bamba diário.

Não foi uma, nem duas vezes que empresários me procuraram relatando o seguinte problema: abri a minha loja, mas não está vendendo nada! E quando questiono o que eles têm feito para divulga-las, as respostas são sempre as mesmas.

Eu abri a loja, ela por si só não deveria estar vendendo?

Não!

Mas eu já gastei com o site. Vou ter que investir em marketing?

Sim!

O site foi o menor dos seus custos e aliás, no seu plano de negócios, uns dos primeiros cálculos que você deveria ter feito é: quanto preciso vender, quanto quero vender, quanto vou gastar por cada venda de acordo com os custos de divulgação do meu segmento?

Todo planejamento de divulgação deve começar baseado nos objetivos de negócio e não é raro muitos empresários simplesmente não saberem responder essas simples perguntas. Pasmem, queremos ficar ricos, mas nem sabemos o quanto!

Essas simples (e ao mesmo tempo tão complexas) perguntas podem muitas vezes inviabilizar um negócio. No mínimo, você perceberá se tem ou não o investimento necessário para fazer sua máquina girar.

Não estou aqui querendo desestimular ninguém, mas o fato é: NÃO é fácil. Então vou fazer meus passos milagrosos para te salvar de enrascadas:

Reveja seu plano de negócios.

Entenda tudo e mais um pouco do seu segmento, custos, concorrentes, margem de lucro, demanda esperada de vendas, se possível hoje e daqui 1, 5, 10 anos. Saiba onde você quer chegar. O dinheiro ganho hoje fará reserva para amanhã.

Estude marketing digital.

Tenha conhecimento básico sobre as áreas de atuação dentro do e-commerce e quais serão suas prioridades de investimentos. Faça cursos, leia (referências sérias), vá à eventos onde donos de negócios também apresentem sua versão dos fatos, converse com outros players, pergunte a real da coisa toda. Hoje existem vários grupos regionais de donos de e-commerce que se encontram para trocar experiências, problemas e soluções. Mas, tenha em mente que seus esforços devem estar concentrados na sua empresa, então, provavelmente você terá que contratar profissionais e ferramentas para te ajudar a colocar a mágica toda no ar e isso gera custos. A demanda é pesada demais para você dar conta sozinho. Pode apostar!

Com base nesses dados, procure o apoio de um especialista em marketing digital e projete seu funil de vendas.

Tenha em mente que hoje a média do e-commerce brasileiro é que apenas 1,7% de todo tráfego gerado ao seu site, realmente se converta em vendas. Isso é média, a realidade é muito mais cruel, na maioria dos casos. Com esse cenário você terá noção do quanto precisa investir e claramente verá novos ajustes de negócios que terá que fazer: otimizações no site para aumentar seu ticket médio, aumentar as opções de produtos, ajustar preços, etc.

Entenda seu processo e fluxo de compra!

Quanto tempo seu público demora para tomar a decisão de comprar seu produto? Se não for um ato de impulso, não precisa ser um gênio para saber que seus primeiros meses de campanhas não darão resultados imediatos, pelo contrário, só sinalizam que você precisa reforçar o número de contatos com cada usuário impactado.

Seu produto é sazonal (você está lançando sorvete no inverno, por exemplo)?

Seu produto é novo e as pessoas nem sabem que precisam disso para serem felizes?

Outro fator a considerar é que os custos da mídia atual caminham para ficarem cada vez mais caros, então caminhamos também para aumentar nossa base de dados e estabelecer comunicação contínua com quem já demonstrou interesse por nós. As chances de conversão aumentam significativamente. Mas, com que frequência seu produto pode ser consumido pela mesma pessoa? Essa pessoa pode trazer um novo cliente? Muitas estratégias de comunicação surgem daí.

Internet é um campo de testes.

Nem entre na brincadeira se você quer garantia de resultados, não há como garantir nada. Seu público, inserido no contexto do agora, é rei. Eles mandam! E se tratando de seres humanos, nada é exato. Você vai sofrer até encontrar sua linha de comunicação e quando encontrar logo terá que se reinventar, se for muito boa, seu concorrente irá te copiar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s